placa de trabalhoA Medicina Ocupacional é o mesmo que medicina do trabalho. A principal preocupação desse ramo da saúde é a qualidade de vida e segurança do trabalhador. Sua origem está entre o século XIX e XX com evolução do capitalismo e o avanço dos Direitos Humanos, que exigiam condições dignas de trabalho.

Entre as principais funções da medicina ocupacional, estão a conservação de salubridade e da higiene do local de trabalho, através de fiscalização e acompanhamento da condição física e mental dos funcionários de uma empresa. Quem avalia, atende e cuida dos detalhes da saúde ocupacional são profissionais como médicos, enfermeiros e auxiliares ou técnicos em enfermagem.

A saúde no trabalho é um direito conferido por lei a qualquer cidadão. A lei nº 6.514, de 1977, responsabiliza empresas e empregados pela segurança e cuidado com a saúde no ambiente de trabalho. O governo federal, estadual e municipal também são responsáveis por zelar pelos trabalhadores fiscalizando e investindo na melhoria das condições trabalhistas.

Existe, ainda, um importante programa que está em vigor desde 1994: o PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional), que prevê o cuidado da vida do trabalhador e torna obrigatório, para as empresas, realizar exames antes de admitir um funcionário. Também avalia periodicamente o empregado já contratado, a fim de acompanhar a saúde desse para evitar as doenças ocupacionais.

Esse tipo de doença pode se manifestar mesmo com todos os cuidados conferidos ao trabalhador. Elas são causadas depois de muito tempo e podem prejudicar os sentidos, como a visão e audição, provocar lesões ou mesmo levar a distúbios de natureza mental (depressão e estresse).

O que é Medicina Ocupacional?

Medicina ocupacional ou medicina do trabalho é um ramo da saúde que se preocupa em preservar a vida e a integridade do trabalhador. É um direito garantido por lei que visa proporcionar segurança do trabalho para todo cidadão.

Os profissionais responsáveis são médicos e enfermeiros especializados, que se empenham em prevenir acidentes e problemas de saúde decorrentes de certos ofícios, assim como tratar daqueles que sofrem com consequências de acidentes causados pelas tarefas que exercem.

A organização de uma empresa em torno da saúde do empregado é uma obrigação do empregador, mas é também uma maneira de fortalecer o negócio, porque os funcionários trabalham com mais segurança e afinco, melhorando as relações humanas e aumentando a produtividade.

O que é acidente de trabalho?

É todo e qualquer problema que ocorre durante o exercício da profissão e atinge a integridade física e psíquica do trabalhador. Doenças causadas pela função que ele exerce também são consideradas acidentes de trabalho assim como as causadas pelas más condições ambientais proporcionadas pelo empregador.

As maiores causas desse tipo de acidente são os atos irresponsáveis por parte do trabalhador, que não toma todas as medidas de segurança cabíveis. A outra condição é que não oferece um ambiente saudável, como escadas e elevadores sem manutenção, instalação elétrica mal conservada e assim por diante.

LER – Lesão por Esforço Repetitivo

pessoa digitandoEsse tipo de lesão é muito comum e é causada, como o nome diz, pelas repetições de movimentos. Alguns trabalhos exigem, de quem o executa, atividades repetitivas por muitas horas seguidas. Isso a longo prazo, traz consequências e uma delas é lesão.

As atividades como digitação, condução de caminhão ou corte e costura, podem levar os trabalhadores a apresentar dores fortes nas mãos e coluna, por exemplo. Consequentemente, há a incapacidade de continuar a exercer sua função profissional com o mesmo desempenho, o que caracteriza um acidente de trabalho.

Para prevenir o trabalhador de danos causados à saúde por causa de sua atividade profissional, existe uma ciência, a ergonomia, que cria métodos para proporcionar um ambiente mais saudável e o uso da ginástica laboral.

As principais medidas são voltadas para que o trabalhador possa exercitar sua postura corporal de acordo com a disposição correta de suas ferramentas de trabalho, ou seja, o local deve oferecer conforto, para evitar problemas no futuro.